Páginas

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Lidando com as Diferenças no Casamento

 

Homem e Mulher - dois seres semelhantes, porém, bem diferentes.
O contínuo reconhecimento e aprendizado destas diferenças ajudam o casal a descobrir novas maneiras de melhorar o relacionamento. Entender estas diferenças resolve muitas frustrações causadas pelo desconhecimento do sexo oposto. Os desentendimentos poderão ser evitados. Não somente o homem e a mulher comunicam-se diferentemente, mas eles pensam, sentem, percebem, reagem, respondem, amam, necessitam, e apreciam diferentemente. Parece até que eles falam línguas diferentes. Em se tratando de relacionamento - marido e mulher, poderemos frisar algumas diferenças básicas no que cada um almeja em seu casamento.
 
Para os maridos geralmente é importante:

-Satisfação sexual: No casamento o homem projeta a sua realização e satisfação sexual. Quando isto não acontece, o casamento pode perder a sua razão de ser, pois quase nada pode compensar tal carência. Diferente da mulher, os homens quase nunca sublimam o sexo, ou seja, satisfazem ou exprimem, em atividades não-sexuais, desejos sexuais frustrados.


-Companhia prazerosa: Desde o princípio foi constatado por Deus, que não é bom que o homem esteja só. De fato, o homem é carente de uma companhia, da presença estável de uma mulher que esteja ao seu lado, livrando-o da terrível sensação de solidão. Enquanto a mulher entende a intimidade como compartilhar segredos, falar, tocar, etc, o homem considera uma atividade compartilhada com sua companheira como uma alta expressão de intimidade. Isto lhe causa muito prazer. A mulher conquistaria melhor seu marido se participasse mais, com ele, de atividades recreativas. Na realidade, para o homem, não é tão importante o realizar junto, mas, estar junto dele em atividades que lhe dão prazer.



-Uma esposa atraente: O homem parece não desistir de se guiar pela vista e valorizar aspectos aparentes na mulher, como sua beleza física e os adornos que ela tanto valoriza. O cérebro masculino parece de fato, está programado para sentir atração pelas formas femininas. Uma das causas que tem levado o homem a perder o interesse por sua esposa é o descaso desta por sua aparência e a falta de cuidado com o seu corpo.


-Uma guardiã do lar: Os homens não deixaram de valorizar a mulher como guardiã do lar, o que não significa necessariamente deixar de reconhecer seu valor e sua capacidade na realização de tarefas antigamente exercidas unicamente por eles. Muitas mulheres, inspiradas nos ideais feministas abandonaram por completo o cuidado da casa, para que não fossem vistas como súditas do império machista. Esta mudança radical causou um forte impacto na relação conjugal. Nem a mulher nem o homem conseguiram assimilar bem tal mudança.


-Admiração: O desejo de ser admirado e reconhecido é mais aguçado no homem que na mulher. O homem parece viver em função desse desejo, que lhe é visto como o preço mais justo que pode lhe ser pago por aquilo que ele realiza. Sem admiração o homem definha e empobrece. Sem admiração, suas motivações para as conquistas e para as realizações se esvaem e seu entusiasmo pela vida desaparece. A admiração para o homem funciona como combustível e ao mesmo tempo, como parâmetro que mede a eficácia de seus atos. Se não há admiração, é porque não há atos heróicos (para o homem esses atos são todas aquelas ações que visam servir, suprir e proteger a esposa e a família). Quando não sente que tem a confiança dela, ele perde um pouco de sua vivacidade e energia e, depois de algum tempo, pode parar de se importar e não fazer mais tanta questão de ser o herói de sua mulher. Daí, porque a admiração é uma das necessidades básicas do homem e a crítica pode ser destrutiva para o seu poder pessoal.

Para as esposas em geral é importante:

- Afeto: O casamento para a mulher é, acima de tudo, a expressão máxima de amor e compromisso entre duas pessoas, e só secundariamente, entendido como uma instituição. A mulher é movida por afeto, que é o mais nutritivo alimento do seu coração. Quando elege o seu cônjuge, ela espera receber dele afeto, em forma de palavras, de toques e de atitudes, pois as relações conjugais lhes são sinônimos de relações afetivas. A sensibilidade da mulher ao toque, por exemplo, é dez vezes maior do que a do homem.


- Intimidade: A intimidade deve se expressar no âmbito da sexualidade, onde mais importante do que o ato em si é a troca de carícias, de palavras e de afeto, que envolvem a alma e não somente o corpo; no âmbito das emoções, visto ser o contato em que se revela o eu mais profundo de duas pessoas e; no âmbito espiritual, ou seja, na aproximação que se desenvolve através do compartilhar as áreas das preocupações últimas, o sentido da vida e sua relação com o universo e com Deus. Neste tipo de intimidade pode dar-se o mais profundo encontro entre as pessoas. É indispensável para a própria estabilidade das relações conjugais acercarem-se deste tipo de intimidade.


- Diálogo: A comunicação é um dos aspectos mais relevantes do casamento, porém, não podemos negar que é também nesta área que se concentra um grande foco de conflitos na relação conjugal, pois, homem e mulher têm, neste aspecto, acentuadas diferenças. Para a mulher, a comunicação vai além de mera conversa clichê, aquela que se faz através de frases prontas e chavões, em que as palavras soam vazias. Ao se comunicar, a mulher expressa sentimentos e usa a comunicação num nível mais profundo, para se aproximar e tornar-se íntima. Daí a sua grande necessidade de falar sobre a relação e de ter o feedback do seu cônjuge a esse respeito. Sem sombra de dúvida, ao lado de um homem calado, com o olhar perdido, sempre há uma mulher se sentindo desprezada e distante, com a sensação de que algo vai muito mal à sua relação conjugal. O silêncio do homem é uma das maiores ameaças para a mulher.


- Honestidade: A personalidade de uma pessoa sempre foi um aspecto importante a ser avaliado no momento de se decidir por uma relação duradoura. Nas mulheres, isto parece ser ainda mais valorizado que nos homens. Enquanto estes têm a tendência de se basear mais pela vista, aquelas se interessam mais por qualidades interiores do homem, os traços de sua personalidade, suas características pessoais, seu caráter. A honestidade é um dos traços que a mulher mais admira no homem. Só numa relação de honestidade e franqueza a mulher se sente segura e tranqüila para expressar livremente toda a grandeza dos seus sentimentos.


- Sustento financeiro: Quase que em toda história da humanidade o homem exerceu o papel de provedor da família. Há no seu cérebro, uma estrutura programada para esse tipo de comportamento e, mesmo nos nossos dias, não é simples para ele conviver numa situação em que a mulher esteja fazendo o seu papel, como acontece em muitas famílias. A mulher, por sua vez, continua a vê-lo como o mantenedor do lar, mesmo nos casos em que esteja ganhando mais que ele. No mínimo, ela espera dele uma cooperação financeira para sua maior segurança no casamento. Neste aspecto, parece não haver tanta discrepância entre homem e mulher, pois, se ele mantém a consciência de mantenedor da casa, ela continua a esperar dele o cumprimento desse papel na construção do casamento. As divergências neste campo se dão mais em termos das prioridades de ambos. Homens e mulheres divergem muito na hora de usar o dinheiro.

Temos que conviver bem com as diferenças e aprender um com o outro. Não somos perfeitos, mas estamos caminhando para a perfeição. Vamos procurar ser melhores sem fazermos comparações. Precisamos buscar a excelência fazendo sempre o nosso melhor. Precisamos amar mais, sorrir mais, nos doar mais, ouvir mais, compreender mais.
Casamento é sinônimo de renúncia, reciprocidade, companheirismo, respeito e amor acima de tudo. Se você souber se entregar ao casamento, você verá o quanto você pode crescer. É uma decisão ser feliz, deixando o outro igualmente feliz. Esperamos que os casais sejam mais diligentes em procurar compreender as diferenças existentes entre o modo de ser masculino e o modo de ser feminino. A dinâmica dessas diferenças dentro de um ambiente de mútua compreensão enriquecerá ainda mais a fascinante aventura da vida, o casamento


AMAR

Associação das Mulheres Atualizadas e Restauradashttp://mulheresrestauradas.wordpress.com/2008/01/04/lidando-com-as-diferencas-no-casamento/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz. Comente.
Sua opinião é importante.
Obrigada.