Páginas

sexta-feira, 2 de março de 2012

Aliviando a bagagem!

aliviando+a+bagagem.jpg (400×263)

Quem já levou na mala um montão de coisas desnecessárias ao viajar levanta a mão?
Já estou com a minha mão levantada porque sou campeã em fazer isso.  Está calor penso que pode fazer frio, quando coloco dentro da mala uma peça de roupa acho que outra peça combina com a tal que já está lá e etc., somente dando conta que tem coisa demais na hora de carregar e até chegar ao aeroporto, rodoviária seja lá onde for, haja braço pra tanta mala e quando chega a hora do desembarque o tormento continua… Mais uma maratona de pega mala e solta mala e ufa! Finalmente chego ao destino… Agora desfazer a mala e guardar tudo aquilo pra depois do passeio colocar tudo de novo e por ai vai…
Uma vez, fui viajar para um país bem longe e ai a situação piorou e muito, saindo de um país tropical e na maioria das vezes “quentinho” e indo para um país onde o inverno estava começando, afeee! Levei tanta coisa e para piorar na volta tinha até mais uma mala. Bem resumindo, no dia de retornar ao Brasil, precisei pernoitar em uma hospedaria. Na chegada tudo bem porque estavam comigo alguns amigos que me ajudaram a carregar a bagagem para o andar de cima, (aliás, nunca vi uma escada com tanto degrau).  As 06h00min da matina é que foi o caos, as malas estavam tão pesadas e eu não conseguia descer as escadas, é sério! E para ajudar, “euzinha”, não falava (e ainda hoje não falo) uma palavra de inglês e muito menos o idioma daquele país.  Mas como Deus é bom todo o tempo e o tempo todo e tem misericórdia de tolas como eu… Apareceu uma moça muito prestativa e através das minhas ridículas mimicas entendeu o meu “drama” e me ajudou a descer as malas até o térreo.
E aqui cabe uma comparação com a nossa vida, a minha, a sua e a de um montão de “gentes” espalhadas por esse mundão de meu Deus que na jornada pela estrada da vida fica cansada de tanto carregar bagagem e muitas vezes bagagens inúteis, bagagens explosivas.
Bagagens de casamentos que não andam bem ou até mesmo desfeitos.
Bagagens de relacionamentos difíceis com familiares, no trabalho, com pessoas ao nosso redor, pessoas que encontramos pela jornada.
Bagagens carregadas de mágoas, ira, rancores, ódio e tristezas por motivos justos ou injustos.
Bagagens de sonhos não realizados e perdidos no tempo.
Bagagens pesadas, cheias de frustrações e desesperanças.
Bagagens carregadas de autoengano e de justiça própria.
E em meio a tanto peso aparece alguém no meio da jornada e oferece um convite para aliviar a bagagem. Alguém que oferece um convite para sair da estrada de um sol causticante onde estamos e por onde arrastamos as nossas pesadas bagagens e seguir por um caminho diferente, um caminho onde as bagagens, sejam elas quais forem, podem ser aliviadas, um caminho onde se encontra água fresca, pastos verdejantes, lugares seguros, e remédio para curar toda a ferida da alma e do corpo.
Um convite para um caminho que é uma pessoa, um caminho que se chama Jesus.
O homem de Nazaré que conhece muito bem a nossa jornada e as estradas por onde andamos e sabe como ninguém o que é carregar bagagens pesadas porque carregou sobre Ele todas as “malas” desse mundo, (nós, nossos pecados, nossas doenças do corpo e da alma), faz um convite a todos, a todas as “gentes” desse mundo: “_venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados[i]; e eu lhes darei descanso[ii]Tomem sobre vocês o meu jugo eaprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração[iii]e vocês encontrarãodescanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve…” palavras de Jesus no evangelho de Mateus 11:28-29.
“Aceitemos o convite, vamos a Ele exaustos, cansados e aceitemos a nós mesmos porque Ele já nós aceitou do jeito que estamos e somos, porque nada do que façamos com a força do nosso braço vai poder mudar isso, vai poder mudar o Amor Dele por nós e a Graça que Ele derramou sobre nós e o desejo de que saiamos, um dia, do lugar em que estamos. Aceitemos a Graça de um Deus que é único e Pai. Aceitemos aprender de Jesus como é ser manso e humilde de coração. Aceitemos o descanso pra nossa alma. Aceitemos o convite para aliviar a bagagem! A Ti Senhor toda honra e toda a glória pra sempre! Amém.”
Essa é a minha oração.
Tchau! Graça e Paz a todos!

Um comentário:

Faça um blogueiro feliz. Comente.
Sua opinião é importante.
Obrigada.