Páginas

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Feridas não Tratadas

http://3.bp.blogspot.com/-Tj1r8QdYcrg/UHTS2BOLS1I/AAAAAAAAGmA/cOc_0QiPldA/s1600/FERIDAS.jpg

“Atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura, que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados”. (Hebreus 12. 15)

FERIDAS NÃO TRATADAS


Quando alguém está prestes a se submeter a uma cirurgia, a pergunta mais comum é: “Doutor! Qual é o risco de infecção hospitalar?”.

Um dos maiores temores de uma pessoa que se submete a uma cirurgia não é o procedimento em si, mas o risco de infecção após a cirurgia.

Uma ferida que não é tratada rápida e adequadamente pode infeccionar.

A infecção pode se espalhar pela corrente sangüínea, enfraquecer o sistema imunológico e causar sérios problemas de saúde.

Isto não acontece apenas com as feridas do corpo. Existem pessoas que sofrem com feridas na alma.

Há pessoas que têm feridas emocionais que não foram tratadas. Pessoas que foram feridas por alguém que amava ou confiava; ou por alguém que significava muito para elas.

Uma ferida emocional pode infeccionar. E quando isto acontece, a ferida emocional torna-se uma ferida espiritual e o estado da pessoa fica ainda mais grave.

Talvez sejamos uma dessas pessoas. Fomos feridos por alguém ou por alguma circunstância.

A ferida começou pequena, mas cresceu e se tornou uma infecção.

Se não tratarmos esta ferida, ela vai crescer ainda mais. Quanto mais o tempo passa sem tratarmos a ferida, mais a infecção se espalha.

O nome desta infecção é amargura.

O texto que nós lemos em Hebreus 12. 15 diz: “Cuidado para que não haja alguma raiz de amargura, que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados”.

Feridas abertas e não tratadas são raízes de amargura.

O texto diz que a amargura não tratada pode causar sérios problemas:


1) Sua raiz brota e cresce. Ela vai se espalhando como um incêndio na floresta.
2) A raiz de amargura causa perturbação: “vos perturbe”.
3) Contamina muitas pessoas: “muitos sejam contaminados”.

Uma ferida emocional não tratada cresce e se transforma em amargura, ressentimento e alienação porque não foram tomados os cuidados necessários quando ainda era pequena..

A raiz de amargura

  • uma ferida emocional que não foi tratada.
  • infecciona e torna-se uma ferida espiritual.
  • adoece a mente, a alma e o corpo.
  • o estado da pessoa fica ainda mais grave.
  • há pessoas que foram feridas por alguém que amavam ou confiavam, ou significava muito para elas.
  • elas têm raízes de amargura.
A Bíblia diz:

“Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta” (Mt 5. 23-24).

“Se teu irmão pecar contra ti, vai argüi-lo entre ti e ele só” (Mt 18. 15).

“Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo... não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo” (Ef 4.25-27).

“Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai a vós” (Cl 3. 13).

Em outras palavras... Deus está dizendo:
  • Não aceito o culto de um coração magoado”
  • Trate logo a ferida
  • Não espalhe o veneno da amargura
  • Vá à pessoa que te magoou
  • Perdoe... Perdoe... Perdoe...
Um professor pediu aos alunos que levassem uma sacola com batatas para a sala de aula.

Solicitou que separassem uma batata para cada pessoa que os magoara ou de alguma forma os fizera sofrer. Então escrevessem o nome da pessoa na batata e a colocassem dentro da sacola.

Eles começaram a pensar, e foram lembrando uma a uma... Algumas sacolas ficaram muito pesadas!

A tarefa seguinte consistia em, durante uma semana, carregar a sacola com as batatas para onde quer que fossem.

Com o tempo as batatas foram apodrecendo. Era um incômodo carregar a sacola o tempo todo e ainda sentir seu mau cheiro.

Além disso, a preocupação em não esquecer a sacola em algum lugar fazia com que deixassem de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles.

E foi assim que os alunos entenderam a lição de que carregar mágoas é tão ruim quanto carregar batatas.

Quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o stress e roubando nossa alegria.

Perdoar e deixar a mágoa ir embora é “tratar a ferida” é a única forma de trazer de volta a alegria. Jogue fora suas “batatas” e seja feliz!!!
 
Reverendo Eurípedes da Conceição
Pastor Efetivo


http://www.iptijuca.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=73:feridas-nao-tratadas&catid=34:sermoes-escritos&Itemid=54 

Um comentário:

  1. Realmente uma ferida aberta, torna-se o canal para entrada de outros agentes causadores de mais feridas, a saída é perdoar o que nos feriu e seguir mesmo sabendo que continuaremos sendo feridos, mas tendo a certeza de que quem fica mais machucado é aquele que sempre feri as pessoas.
    Louvo a Deus por tê-lo como um Deus que cura as feridas mais profundas.
    Bjo e fica com Deus!

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz. Comente.
Sua opinião é importante.
Obrigada.