Páginas

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Bela aos olhos de Deus

http://2.bp.blogspot.com/_tk7WGjxJVwA/TAUcE6kHaJI/AAAAAAAAAUQ/apoHxkTC9IU/s1600/orandolw4.jpgA escritora Elizabeth George, autora do livro “Bela aos Olhos de Deus”, apresenta um estudo aprofundado sobre o livro de Provérbios.
Algumas dicas como apoiar o seu marido, embelezando a vida dele, seria de grande ajuda para aquelas que desejam ter um casamento reavivado e, ao mesmo tempo, agradar ao Senhor.
Lembre-se de que são as pequenas coisas que podem transformar o seu relacionamento com seu marido.

1) Elogie o seu marido – todo ser humano gosta de receber elogios. Além disso, eles não custam nada! Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo. “Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo.” (Provérbios3.27)

2) Incentive seu marido – Todo ser humano necessita de incentivo. Uma boa palavra vinda de sua boca pode ajudar o seu marido a enfrentar os desafios da vida. “Fala com sabedoria, e a instrução da bondade está na sua língua”. (Provérbios 31.26).

3) Cuide de seu casamento – Caso você ainda não tenha percebido, casamento é trabalho. Ele deve estar sempre acompanhado de oração. Como esposa, sempre procure dar atenção ao seu esposo, respeitando-o, honrando e demonstrando todo amor e carinho. “Não obstante, vós, cada um de per si também ame a própria esposa como a si mesmo, e a esposa respeite ao marido”. (Efésios 5.33)

4) Cuide de sua família – O marido da mulher de Deus de Provérbios 31 é um homem influente no trabalho e na comunidade, porque sua esposa é uma mulher influente no lar. Nada dignifica tanto um homem quanto uma esposa bela aos olhos de Deus e uma família que se comporta exemplarmente. “E que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito, pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?” (1 Timótio 3.4-5).

5) Cuide de seu lar – Recorra à maravilhosa Graça de Deus para ajudá-la a cuidar dos trabalhos domésticos rotineiros e dos desafios inesperados da vida. Peça ao Senhor que a ajude a gostar de cuidar de sua casa. “Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça”. (Provérbios 31.27)

6) Cuide de suas finanças – Sua sábia administração do dinheiro dá a ele condições de se dedicar a um trabalho que realize por prazer, não por necessidade. A mulher sábia reduz as despesas, cuidando de sua família, para aumentar a poupança e o ganho.

7) Dê liberdade a ele – Quando o seu marido precisa trabalhar até tarde, a melhor coisa a fazer, em vez de reclamar, resmungar e impedir que ele tenha tempo para fazer o que necessita, é orar a Deus, pedindo-Lhe ajuda para superar a situação. Um exemplo de oração também citado pela escritora Elizabeth: “Deus, declaro que meu marido pertence a ti, não a mim. Tenho-me submetido em tudo a ele – a seus horários, sua compreensão, sua atenção, seu amor. Recebo o que tu me dás em troca como privilégios para serem usados em prol de minha satisfação e para a tua glória, enquanto achares que merecemos tais privilégios. Eu me rejeito a permitir a intromissão de quaisquer pensamentos de autopiedade, crítica, ciúme ou ressentimento...”. Diante do Senhor, certamente, essa seria uma atitude mais correta e bonita.

8) Apóie os sonhos dele – Seja qual for a profissão de seu marido, o local em que trabalha e sua área de influência, dedique-se sempre a apoiá-lo no que for preciso, em vez de depreciar ou ridicularizar os sonhos dele.

9) Entenda que seu comportamento reflete nele – Você e seu marido não são dois indivíduos diferentes. Devem permanecer juntos como uma unidade, enfrentando e administrando juntos todos os problemas e desafios, todos os acontecimentos e preocupações, todas as oportunidades e sonhos que fazem parte da vida a dois.


Escolhas

 
Escolho o amor...

Nenhum fato justifica o ódio; não há injustiça que justifique amargura. Escolho o amor. Hoje amarei a Deus e o que Ele ama.

Escolho a alegria...

Convidarei o meu Deus para que seja o Deus da circunstancia. Recusarei a tentação de ser cínico... a ferramenta do pensador preguiçoso. Recusar-me-ei a ver as pessoas como nada menos que seres humanos, criados por Deus. Recusar-me-ei a ver qualquer problema como nada menos que uma oportunidade de ver Deus.

Escolho a paz...
Viverei o perdão. Perdoarei para que possa viver.

Escolho a paciência... Negligenciarei as inconveniências do mundo. Ao invés de amaldiçoar aquela que tenta tomar o meu lugar, convidá-lo-ei a fazer isto. Não reclamarei a longa espera, mas agradecerei a Deus pelo momento de oração. Ao invés de cerrar meus punhos face a novas designações, enfrentá-las-ei com alegria e coragem.

Escolho a generosidade...

Serei generoso para com os pobres, por estarem solitários. Generoso para com os ricos, por estarem temerosos. E generoso para com o mau, pois é assim que Deus tem tratado a mim.

Escolho a virtude...

Prefiro ficar sem um tostão a ganhar algum desonestamente. Serei negligenciado para não ser jactante. Confessarei antes que seja acusado. Prefiro a virtude.

Escolho a fidelidade...

Hoje cumprirei minhas promessas. Meus devedores não lastimarão sua confiança. Meus associados não questionarão minha palavra. Minha esposa não questionará meu amor. E meus filhos nunca temerão que seu pai possa não retornar ao lar.

Escolho a mansidão...

Nada pode ser vencido à força. Escolho a mansidão. Se levantar a minha voz, que ela possa ser apenas em louvor. Caso cerre meus punhos, que seja em oração. Caso dê uma ordem, que seja apenas para mim mesmo.

Escolho o autocontrole...

Sou um ser espiritual. Após a morte desde corpo, meu espírito subirá. Recuso-me a permitir que a podridão domine o que é eterno. Escolho o autocontrole. Ficarei embriagado apenas pela alegria. Comovido apenas pela minha fé. Serei influenciado apenas por Deus. Serei ensinado apenas por Cristo. Escolho o autocontrole.

Amor, alegria, paz, paciência, generosidade, virtude, fidelidade, mansidão, autocontrole. A estes submeto meu dia. Caso seja bem-sucedido, louvarei a Deus. Se falhar, buscarei sua graça. E então, ao anoitecer, colocarei minhas cabeça sobre o travesseiro e descansarei.

Max Lucado

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

PERIGUETE GOSPEL

"Como anel de ouro em focinho de porco, assim é a mulher bonita, mas indiscreta." Pv 11:22


Há muito se sabe que os homens são atraídos pelo olhar. Não é segredo pra ninguém que um homem consegue se excitar em questão de segundos, basta deslizar os olhos pelas curvas bem distribuídas de uma mulher, estando ela de roupa ou não. Existe uma comparação muito antiga e verdadeira que diz: "os homens são como forno elétrico, “acendem” num piscar de olhos, e as mulheres como forno a lenha, precisam de uma boa dose de carinho, atenção e afeto para que surja a primeira chama." Não, os homens não agem desta forma porque são tarados e maníacos sexuais, mas sim por causa da sua formação neurológica e hormonal. Eles foram criados assim! “Quer dizer então que se o meu marido trabalha com uma periguete vai passar o dia excitado e ardendo em desejo?” Depende. Se vocês tiverem uma vida sexual satisfatória e seu marido for um homem temente a Deus, capaz de controlar seus olhos e pensamentos, um decote ou bumbum bonitinho não causará muito estrago. Mas infelizmente esta não é a realidade da grande maioria dos casamentos. E existe algo que agrava um pouco mais a situação: a maneira como nós, mulheres, nos vestimos. E é sobre este assunto que quero falar.

Está em alta uma nova moda, uma moda que chegou para destruir vidas e relacionamentos. Estou falando do "estilo periguete”. Vamos juntos analisar alguns modelitos:

- Saias abajur de perereca - criada para cobrir nádegas e pelos pubianos, apenas;
- Blusinhas guardanapo - peça produzida para evitar que os mamilos apareçam;
- Vestidinho saída de banho - união das duas peças acima, mas com uma vantagem: cobre o umbigo;
- Peças segunda pele - deixa tudo em relevo, inclusive a cicatriz da cirurgia de apendicite.

O interessante, é que as adeptas a esse estilo não sentem frio. Não sei qual o segredo. Talvez o fogo que vem de dentro. Mas notei que quando a temperatura está abaixo de 10°C, o problema é solucionado com um casaquinho e uma meia arrastão.

“Meu Deus, mas essas moças estão por todos os lados! Será que consigo me refugiar dentro da igreja?” Sinto-lhe informar, mas o estilo periguete já adentrou o mundo gospel. Os modelitos não chegam a ser tão ousados, mas também causam estrago. A moda gospel conta com peças segunda pele, decotes ousados e blusinhas puxa-puxa: uma mão levantada pra louvar e a outra puxando a blusa para evitar que a barriga apareça.

“Ai Dani, mas que exagero!” Não, não estou exagerando. Há uns 2 meses atrás, uma esposa compartilhou comigo que seu marido havia passado todo o período do culto desnorteado. Não conseguiu prestar atenção em uma palavra sequer, por conta de um bumbum bem modelado em uma calça jeans agarrada no banco da frente. Este bumbum pertencia a uma mulher casada e mãe de dois filhos. Escutei também o desabafo de um esposo: “Durante os cânticos da igreja, tenho que permanecer de olhos fechados, por conta dos decotes, calças agarradas e barriguinhas das meninas que cantam no louvor". Não, não os culpo por isso. Lembre-se que um homem “acende” apenas com o toque de um botão, os olhos. E não demora muito para que o pensamento pegue fogo. E se este homem não for tremendamente comprometido com Deus e com sua esposa, um incêndio se inicia. Este incêndio se alastra lentamente, levando consigo a paz do seu casamento.

Mulheres, estamos levando os homens ao adultério com nosso modo de vestir! “Mas eu lhes digo: Qualquer que olhar para uma mulher e deseja-la, já cometeu adultério com ela no seu coração” Mateus 5:28. “Mas Dani, os homens deveriam controlar suas mentes e olhos!” Sim, eu creio nisto, mas nós podemos facilitar, e muito, este trabalho. Como? Sendo mais críticas ao analisarmos nossa imagem no espelho. Se você for casada, ao se vestir, pergunte ao seu marido se ele se excitaria ao ver uma mulher vestida desta forma. Preste atenção se a roupa salienta demais o seu bumbum. Se precisar abaixar, os seus seios ficarão a mostra? Se precisar levantar as mãos a barriga vai aparecer? A roupa é tão agarrada que mostra cada uma das suas curvas?

Quando somos sensuais e ousadas no nosso modo de vestir, transmitimos a seguinte mensagem: "É isto que eu sou! Este é o melhor que tenho a oferecer". É como se apertássemos com nossos próprios dedos os “botões de excitar” de todos os homens que passam por nós, casados ou não. Talvez, sem saber, já tenhamos sido motivo de discórdia entre um casal e quem sabe até de uma separação. Isso é realmente triste e trágico! Por outro lado, quando nos vestimos de forma decente e discreta, fazemos com que as pessoas enxerguem em nós qualidades que provavelmente ficariam ocultas atrás de um belo decote. 

O diabo trabalha duro para te fazer acreditar que terá toda a sua carência emocional suprida se exibir o seu corpo com uma boa dose de sensualidade. É bem provável que até consiga se sentir querida e desejada por um período de tempo, mas é certo que sairá ferida de qualquer relacionamento que se inicie com esta motivação. Um homem que mostra interesse em uma mulher que expõe seu corpo dessa forma, deseja usufruir de tudo aquilo que tem enchido os seus olhos, mesmo que para isso seja necessário dizer um “eu te amo” ou “você é a mulher da minha vida”. Sim, os crentes também fazem isto. E depois que ele estiver bem satisfeito, vai descartá-la como um simples objeto, afinal, não foi isso que você mostrou ser? Um belo pedaço de carne?

Aos pais, eu digo: não permita que sua filha se exponha desta maneira. Ensine-a a se vestir e se portar como uma dama. Li um relato no livro Educando Meninas, de uma jovem de 16 anos que se vestira indecentemente para sair com seus amigos. Ela passou pelo seu pai, esperando ser barrada, mas ele apenas a abraçou e disse: “Juízo minha filha!” Ela deu um sorrido e saiu desapontada. Confessou ao autor do livro que o seu maior desejo naquele momento era que seu pai a tivesse impedido de sair vestida daquela maneira: “Eu provavelmente iria me chatear e retrucar, mas teria a certeza de que meu pai realmente se importa comigo.” Mulheres que se portam como vadias, atrairão cafajestes. Quer se casar com um cavalheiro? Então porte-se como uma dama!

Aos homens, o próprio Jesus diz: "Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas serão!" Mateus 6:22-23. Se uma mulher muito atraente passar por você (pessoalmente, na tv ou internet), não olhe a segunda vez. Quando aprender a dominar os seus olhos, vai perceber que é muito mais fácil controlar o restante do corpo. Mas isso não acontece do dia pra noite. É uma questão de treino. E para isto, te indico um excelente personal trainer, aliás, o melhor deles: Jesus!

Agora falo às meninas e mulheres: Guarde seu corpo, proteja-o. Ele é templo do Espírito Santo de Deus: Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês." 1 Coríntios 6: 19 e 20. Não permita que outros homens roubem com os olhos aquilo que pertence a seu marido (ou futuro marido). Agindo desta forma, você estará preservando a sua saúde emocional, espiritual, o seu casamento (ou futuro casamento) e também o relacionamento de muitas outras pessoas.

De vez em quando, minha filha vê na televisão mulheres com roupas minúsculas, dançando e rebolando. Evitamos expô-la a esse tipo de programa, mas nem sempre é possível, por isso, já conversamos sobre o assunto. Explicamos a ela que o nosso corpo é muito especial, e só deve ser mostrado dessa forma ao nosso cônjuge. O próprio Deus habita em nós, e que Ele se entristece com esse tipo de comportamento. Como posso permitir que outros homens devorem com os olhos aquilo que pertence ao meu marido? Ela entendeu o recado e hoje, não se sente bem quando presencia essas cenas.

Lembre-se: A sua carne deseja as coisas deste mundo, ela vai tentar seduzi-la e arrastá-la: "Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte." Tiago 1:14-15. O vazio no seu peito e a necessidade de se sentir amada e desejada não pode ser suprida por um homem. Só Deus pode suprir sua carência emocional. Se você não teve um pai que foi amigo, companheiro, seu maior admirador e ao mesmo tempo um exemplo de autoridade, é muito provável que você busque inconscientemente suprir esta falta com os homens que passarem pela sua vida, seduzindo-os através do seu corpo e modo de vestir. Pesquisas comprovam isto. Mas saiba que a única coisa que vai colher é decepção e frustração, pois como diz o versículo, o pecado após ter sido consumado, gera a morte. Morte espiritual.

Deus pode enchê-la de tal forma e fazê-la tão feliz, que a sua busca desesperada chegará ao fim, busque-o! Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai que está no céu dará o Espírito Santo a quem o pedir!" Lucas 11:13”. "Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês", diz o Senhor". Jeremias 29:13-14.

Estando cheia do Espírito Santo, você se sentirá bastante incomodada ao utilizar uma peça de roupa indecente. O próprio Deus irá te conduzir a cuidar e preservar o seu corpo, fazendo com que as pessoas sejam atraídas não pelo seu modo de vestir, mas sim pelo(a) seu/sua:

Cheiro: "Mas graças a Deus, que sempre nos conduz vitoriosamente em Cristo e por nosso intermédio exala em todo lugar a fragrância do seu conhecimento, porque para Deus somos o aroma de Cristo entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo". 2 Coríntios 2:14-15 . 

Luz: "Disse Jesus: Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida". João 8:12. "Vocês são a luz do mundo. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus". Mateus 5:14 e 16

Vida: "Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim." João 14:6. "Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá". João 11:25

Alimento: "Então Jesus declarou: "Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome, aquele que crê em mim nunca terá sede". João 6:35

Água: "Jesus respondeu: Quem beber desta água (comum) terá sede outra vez, mas quem beber da Água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a Água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de Água a jorrar para a vida eterna". João 4:13-14



"A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas. Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus." 1 Pedro 3:3-4

Não quero com esse texto trazer condenação a ninguém, afinal: "nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito". Romanos 8:1


Eu, assim como vocês, ainda estou aprendendo. Sou apenas uma aluna, talvez uma das piores... Meu desejo é o de aprender para poder ajudar e ensinar a outros. E para isso, conto com o melhor dos professores: "Nós, porém, não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito procedente de Deus, para que entendamos as coisas que Deus nos tem dado gratuitamenteDelas também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito, interpretando verdades espirituais para os que são espirituais". 1 Coríntios 2:12-13

Te convido a fazer parte desta turma. Hoje!

http://salvemeucasamento.blogspot.com.br/2012/07/periguete-gospel.html

terça-feira, 4 de setembro de 2012

O EXERCÍCIO DA MISERICÓRDIA (Sylvio Macri)


http://2.bp.blogspot.com/-DMH_VyYO3nA/T-7TVhun56I/AAAAAAAAATk/ETsYjoXtG0Q/s320/Bem+com+Bem+Estendendo+a+M%C3%A3o.jpgJesus disse aos fariseus: “Ide e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos”, citando Oséias 6:6 (veja Mt.9:13). Em Mateus 23:23 temos outra afirmação semelhante: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciando os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas sem omitir aquelas”. (Mt. 23:23). E, seguindo o ensino de Jesus, o apóstolo Tiago ensina: “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo”. (Tg. 1:27).

Os fariseus tinham uma religião que parecia irretocável, mas Jesus mostrou que ela tinha um defeito horrível: não havia nela nenhum lugar para a misericórdia! Aliás, ele mostrou o mesmo defeito na religião dos sacerdotes e levitas (na parábola do Bom Samaritano - Lc.10:31,32). Em outra ocasião, desejando curar um homem que tinha a mão atrofiada, perguntou aos fariseus: “É lícito nos sábados fazer o bem ou fazer o mal?” (Mc. 3:1-6). Mas eles ficaram em silêncio e Jesus se indignou e se condoeu com a dureza de seus corações.

Creio que Jesus continua experimentando os mesmos sentimentos ainda hoje, quando vê a dureza de nossos corações com respeito aos necessitados que estão ao nosso redor. Muitos cristãos hoje em dia têm uma religião igual à dos escribas, fariseus, sacerdotes e levitas. São pessoas incapazes de se compadecer de seus semelhantes, porque estão presas a regras estritas, pelas quais vivem e julgam todos os demais. Recentemente, alguém que conhece bem o meio evangélico no nordeste do Brasil me disse que lá há crentes que nem cumprimentam os não crentes.

Quando Jesus aconselha a igreja de Éfeso a voltar ao primeiro amor, na primeira das cartas escritas às sete igrejas no Apocalipse (2:1-7), o que ele quis dizer é que, em meio ao combate duríssimo com os diversos hereges que se opunham ao evangelho, os irmãos efésios tinham perdido a capacidade de enternecer-se e de ter misericórdia de quem precisava mais dela do que de outra coisa. Que Deus nos livre de sofrer a mesma repreensão de Jesus!

O exercício da misericórdia ocorre através da generosidade. A Bíblia diz que Deus será generoso para conosco à medida que formos generosos para com os outros (Lc.6:38). Ser generoso é “repartir com os necessitados aquilo que temos” (Rm. 12:13), o que não é um dom; é o procedimento natural do crente. Quem não é generoso é avarento, e a avareza é idolatria, pecado que nos impede de entrar no céu (Cl. 3:5 e Ap.21:8). Portanto, não nos escondamos atrás da capa das dificuldades, mas façamos como os crentes macedônios que mesmo em meio à “sua extrema pobreza transbordaram em rica generosidade” (II Co. 8:2). 

O exercício da misericórdia acontece, igualmente, através da solidariedade. Ser solidário é “alegrar-se com os que se alegram e chorar com os que choram” (Rm. 12:15). Ser solidário é “levar as cargas uns dos outros, e assim cumprir a lei de Cristo” (Gl. 6:2). Ser solidário é ter o mesmo sentimento que Jesus Cristo, o qual deixou a sua glória, tornou-se um de nós e submeteu-se alegremente ao sofrimento na cruz, para que nós fôssemos salvos (Fp. 2:1-11; Hb. 2:14,18). Quem não é solidário acaba tornando-se solitário, pois a grande qualidade do solidário é a consciência da sua igualdade com as demais pessoas e da possibilidade de passar pelas mesmas situações pelas quais elas passam.

O exercício da misericórdia se dá, também, por meio da compaixão. Assim como os fariseus, podemos ter uma doutrina corretíssima e nenhuma compaixão (Mt.23:23). Por isso Jesus ordenou aos seus seguidores: “Vocês devem amar seus inimigos, fazer o bem, e emprestar sem esperar receber de volta. Assim será grande a sua recompensa, e vocês serão filhos do Deus altíssimo, que é bondoso com os mal-agradecidos e com os maus. Sejam compassivos como também seu Pai é compassivo. Não julguem os outros, e Deus não julgará a vocês. Não condenem os outros, e Deus não condenará vocês. Perdoem, e Deus os perdoará”. (Lc. 6:35-37). Freqüentemente o que as pessoas mais precisam é de compaixão, e não de recriminação.

Portanto, o grande segredo do exercício da misericórdia é colocar-se no lugar do outro, e nisso ninguém se igualou a Jesus. Sigamos seus passos (I Pd.2:21-25).

Pr. Sylvio Macri

http://prazerdapalavra.com.br/colunistas/sylvio-macri/5993-o-exercicio-da-misericordia-sylvio-macri.html