Páginas

terça-feira, 10 de março de 2015

Feminilidade - A natureza da Mulher


A feminilidade é uma realidade projetada e criada por Deus - seu dom precioso a toda mulher - e, sob um aspecto diferente, um gracioso presente também para os homens.

Nem o homem nem a mulher são suficientes para abrigar, sozinhos, a imagem divina (Gn 1.27). Os dois juntos, no entanto representam a imagem de Deus - um deles, de uma forma especial, o iniciador; o outro, o correspondente.

A submissão é o ingrediente da feminilidade. Como noiva, a mulher no casamento abre mão da sua independência, de seu nome, de seu destino, de sua vontade e, por ultimo no quarto nupcial, de seu corpo para o noivo. Como mãe, ela abre mão, no real sentido, da própria vida em beneficio do filho. Como solteira, ela se rende de forma ímpar para servir ao Senhor, à família e à comunidade.

A feminilidade é receptiva. Ela aceita o que Deus lhe dá, seguindo o exemplo de Maria (Lc1.38), e não insistir no que não lhes é dado, repetindo o engano de Eva (Gn 3.1-6). Isso não implica que a mulher deva submeter-se a perversidade, como coerções ou conquistas violentas.


O espírito manso e tranquilo do qual Paulo fala é o ornamento da feminilidade(1Pe 3.4).


O desafio da feminilidade bíblica é que você seja uma mulher realmente santa, que nada pede a não ser o que Deus deseja lhe dar, recebendo com ambas as mãos, e de todo coração, seja o que for. A feminilidade é um tesouro a ser guardado e acalentado a cada dia. 


A Biblia da Mulher - Editora Mundo Cristão e SBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz. Comente.
Sua opinião é importante.
Obrigada.